18/10/2021

Vice-prefeito e equipe da Agricultura realizam visita técnica a produtor rural atendido pelo Programa AgroRica

Visita ao produtor rural Vanderley de Souza, da Estância Kimel

Na manhã da última sexta-feira, 09 de julho de 2021, o vice-prefeito de Costa Rica, Roni Cota (PSDB) acompanhado pela Secretária de Agricultura e Desenvolvimento, Suelen Guimarães Furquim, e do subsecretário Fernando Barbosa Martins, realizaram uma visita técnica ao produtor rural, Vanderley de Souza, da Estância Kimel, que é atendido pelo Programa AgroRica, na produção de capim-açu.

Criado pelo Executivo e devidamente aprovado pelo Legislativo, o AgroRica é coordenado e executado pela SEMAD (Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento) em articulação e cooperação com os demais órgãos e entidades públicas municipais, estaduais e federais. Com o programa os pequenos produtores rurais recebem serviço de orientação técnica gratuita; a concessão subsidiada ou doação de insumos diversos, conforme critérios a serem regulamentados pelo Poder Executivo; a concessão de uso gratuito de áreas próprias do Município ou arrendadas de terceiros para o plantio de hortaliças e outras culturas, o chamado Cinturão Verde.

Em um hectare da propriedade, o produtor rural plantou o capim-açu e implantou o sistema de irrigação por carretel com apoio do programa, o que possibilita que produção tenha água na medida certa, sendo a chave para o aumento da sua produtividade e garantia de resultados o ano inteiro.

“O sistema pode ser movimentado e instalado em diversos pontos diferentes da mesma propriedade porque a motobomba, a tubulação e o IRRIGAT são totalmente móveis. O irrigate recolhe a mangueira automaticamente, por isso você pode deixar ele funcionando sozinho e só voltar quando for irrigar outra faixa. Isso deixa a área totalmente livre de tubos, permitindo a circulação de tratores, maquinário e animais sem a preocupação de danificar o sistema de irrigação”, explicou o produtor.

A secretária de Agricultura e Desenvolvimento, com o apoio do programa o produtor conseguirá alimentar o gado mantendo a produção de leite o ano todo. “Mesmo durante a estação mais seca, com o sistema de irrigação que mantem a produção do capim-açu, ele conseguirá alimentar o gado leiteiro sem afetar a produção. O AgroRica foi aprovado pelo Legislativo, sancionado pelo Executivo e está à disposição dos produtores rurais do nosso município”, reforçou Suelen Furquim.

Para o vice-prefeito, o objetivo é ampliar o programa para que cada vez mais produtores sejam atendidos. “Tivemos a felicidade de ter o programa aprovado pela Câmara Municipal e com apoio dos nossos vereadores vamos fortalecer e incentivar a produção rural em Costa Rica. Nós trabalhamos pensando nessa viabilidade, com taxas de prestação de serviço com valores acessíveis aos pequenos produtores rurais, possibilitando assim a ampliação dos serviços, fomentando a geração de renda e consequentemente a economia local, além de reduzir o êxodo rural”, concluiu Roni Cota.

 

Capim-açu

Com a maior produção de biomassa do país, elevada produtividade e altíssima qualidade nutricional, o capim-açu é ideal para processos de intensificação na pecuária com menor custo de produção quando comparado a outras fontes de volumoso. Serve para pequenas e médias propriedades que produzem para gado de leite ou corte.  É possível colher 250@ a cada ano com três cortes. O custo do plantio é de R$ 3 mil por hectare e, quando bem manejada, a lavoura chega a durar cerca de 15 anos.

O capim-açu é um clone de capim-elefante de alto rendimento para suplementação volumosa na forma de silagem ou picado verde. Devido ao seu elevado potencial de produção Com um potencial de produção de até 240@ com apenas 1 hectare de capim, o capim-açu torna completamente viável a realização de confinamentos em pequenas áreas como chácaras e sítios, também pode ser utilizada para a produção de biomassa energética. Tem porte alto (até 4,20 metros de altura), se destacando pela produtividade e pelo valor nutritivo da forragem quando comparada com outras cultivares de capim-elefante.

Dessa forma a maneira mais prática e econômica de se plantar 01 hectare de Capim-açu é construindo uma capineira base. Por exemplo, caso plante 240 gemas em 120 m2, depois de 120 dias o produtor terá aproximadamente 20.000 gemas e poderá plantar 1 hectare do capim.

Silvestre de Castro – Angela Bezerra – ASSECOM – PMCR. Fotos: Silvestre de Castro – ASSECOM – PMCR

 

Silvestre de Castro – Angela Bezerra – ASSECOM – PMCR. Fotos: Silvestre de Castro – ASSECOM – PMCR

 

Silvestre de Castro – Angela Bezerra – ASSECOM – PMCR. Fotos: Silvestre de Castro – ASSECOM – PMCR

Leia também

Compartilhe

Costa Rica
nublado
20.7 ° C
20.7 °
20.7 °
87 %
1.9kmh
92 %
seg
24 °
ter
22 °
qua
23 °
qui
24 °
sex
27 °

Mais populares

X