05/07/2022

Professora de Costa Rica tem texto selecionada para livro em homenagem ao centenário de Paulo Freire

Divulgação – Assecom/PMCR. Silvestre de Castro / Angela Bezerra – Assecom/PMCR

A professora Vera Lúcia Lotterman educadora há 25 anos, com destaque na Eja – Educação de Jovens e Adultos da Rede Municipal de Ensino há 19 anos na Escola Professor Adenocre Alexandre de Morais. Atualmente trabalha na Escola Joaquim Faustino Rosa em 2021 participou de uma seletiva da Plataforma digital CHA para Educadores em comemoração ao centenário de Paulo Freire em 2021, uma iniciativa do IOC – Instituto Oswaldo Cruz /FIOCRUZ, com sede do Rio de Janeiro (RJ), se inspirou no livro “Professora sim, tia não” para lançar a seleção de textos “Educadores sim, cidadãos também”, onde cada participante enviou um texto contando relatos sobre acontecimentos marcantes e como você se sentiu durante a vivência pedagógica em 2020-2021.

Se o texto fosse selecionado, faria parte do livro “Educadores sim, cidadãos também: mensagens de quem ousa ensinar em contexto pandêmico.” O texto foi enviado em 1º de maio e foi selecionado e aprovado. O resultado saiu no mês de junho e no penúltimo dia (27), Lottermann foi convidada a participar de uma live para tratar sobre o tema da sua participação, onde três professoras, a de Costa Rica, uma do estado do Paraná e outra da Rocinha no Rio de janeiro participaram para contar as suas histórias, a exemplo da que trabalha com educação de rua, popular no RJ.

Contou toda a sua trajetória e relatou à sua experiência na eja, onde as pessoas que não conseguiram estudar no passado, alunos que precisam de incentivo e de aulas reinventadas à cada dia para prender à atenção e fazer a diferença no ensino-aprendizagem. Falou da atual gestão municipal e do 20º salário que o prefeito Cleverson Alves dos Santos está pagando aos profissionais e da revolução da educação, do incentivo e valorização, agora tem essa oportunidade de destacar o município além fronteiras e que Paulo Freire era o seu inspirador. 100 textos foram escolhidos do Brasil inteiro para completar a coletânea do livro em comemoração ao centenário de Paulo Freire.

O sotaque sulista do RS, de origem alemão, também chamou atenção na live. Participou do projeto para fazer parte do livro a ser lançado nos próximos meses e falar da sua experiência como professora em tempos de pandemia.

A Plataforma CHA para Educadores tem por objetivo promover saúde para os educadores, minimizando os impactos da pandemia de COVID no processo de ensino aprendizagem, a partir do diagnóstico e apoio pedagógico, psicológico e fonoaudiólogo para estes profissionais. Acredita-se que o investimento em promoção da saúde de profissionais formadores de opinião, influenciadores de comportamento poderá aumentar a proteção e prevenção das doenças e contribuir para a formação de uma sociedade mais resiliente as emergências sanitárias atuais e do futuro.

SEU MOÇO ME DÁ LICENÇA

Seu moço por favor me dá licença
Porque agora minha história vou contar
Eu nasci com o dom de ensinar
E todo dia eu saia para lecionar.

De repente um vírus apareceu
E a minha rotina interrompeu
Os alunos com seus pais então ficaram
Bem depressa confusa, tive de improvisar.

Aulas online com ajuda do celular
Foi solução para as aulas continuar
Com ajuda das famílias consegui
Ir em frente guiada por Deus!

Foi angustiante, fiquei perdida
Juntamente com os alunos
Mas quando vi que não estava sozinha
Continuei confiante
E sabia que cada dia
Ia ser relevante!

Foi um ano bem romoto eu bem sei
Mas unida com as famílias venci
Lembro bem que um dia a diretora
Me acalmou falando sem errar:
– Este ano você vai recuperar
Mas a saúde devemos preservar!

Leia também

Compartilhe

Costa Rica
nublado
19.3 ° C
19.3 °
19.3 °
44 %
2.9kmh
85 %
qua
27 °
qui
30 °
sex
30 °
sáb
31 °
dom
22 °

Mais populares

X