23/10/2021

Com 42.856 casos, junho nem terminou e já é o mês com mais casos da pandemia

Autoridades em saúde alertam para que cuidados com higiene permaneçam rigorosos

Junho nem encerrou e já é o mês com mais testes positivos de Covid-19 durante toda a pandemia em Mato Grosso do Sul, de acordo com dados do Boletim Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (SES) desta segunda-feira, 28 de junho de 2021.

São 42.856 casos confirmados em apenas 28 dias deste mês. Junho ultrapassa maio, que teve 42.540 confirmações por Covid-19. Em isolamento domiciliar encontram-se 12.803 doentes.

São 531 casos confirmados do dia (27) para o dia (28). Com isso, o Estado totaliza 333.581 testes positivos desde o começo da pandemia.

Em um dia, Campo Grande registra 296 novos casos; Dourados 49; Bataguassu 25; Corumbá 16; Coxim 16; Amambaí 12; Ponta Porã 12; Costa Rica 10; Eldorado 10; entre outros municípios.

São 899 pessoas hospitalizadas, sendo 408 em leitos clínicos (300 público; 108 privado) e 491 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) (393 público; 98 privado).

A ocupação global de leitos de UTI do Sistema Único de Saúde (SUS) na macrorregião de Campo Grande está em 95%, Dourados em 88%, Três Lagoas 89% e Corumbá 96%.

Em fila de espera, 26 pessoas aguardam por um leito hoje em Mato Grosso do Sul. Na Central de Regulação da Capital, 22 enfermos esperam por uma vaga, sendo 21 apenas de Campo Grande.

Já na Central de Regulação de Dourados, 2 pessoas estão na fila à espera por um leito em hospital. Na Central de Regulação do Estado (CORE), aguardam 2 pacientes.

Mato Grosso do Sul contabiliza 8.123 óbitos desde o início da pandemia. São 34 mortes nas últimas 24 horas. A taxa de letalidade segue em recorde de 2,4%.

As cidades que apresentaram mortes nas últimas 24 horas são Campo Grande, Paraíso das Águas, Dourados, Santa Rita do Pardo, Ribas do Rio Pardo, Paranaíba, Nova Andradina, Bonito, Três Lagoas, Amambaí, Ponta Porã e Ivinhema.

 

Vacinômetro

vacinômetro, disponibilizado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), divulga em tempo real a situação do processo de imunização em cada município do Estado.

Mato Grosso do Sul é o estado que mais vacina no país, de acordo com dados das secretarias de Estado de saúde das 27 unidades federativas.

Segundo números da plataforma, 1.598.563 doses foram aplicadas no Estado desde 18 de janeiro de 2021, início da campanha de imunização.

Com isso, 40,85% da população sul-mato-grossense está vacinada e 16,59% imunizada.

Sintomas do coronavírus

Os sintomas da Covid-19 podem variar de acordo com cada organismo, mas os mais recorrentes são:

Febre;

Tosse seca;

Perda do olfato e/ou paladar;

Falta de ar;

Dificuldade para respirar e

Dor ou pressão do peito.

 

Orientações

A SES afirma que o isolamento social, o uso correto e contínuo de máscara e higienização das mãos são medidas imprescindíveis para conter a propagação do coronavírus.

Quem apresentar febre, tosse seca ou dor de garganta deve permanecer em isolamento por 14 dias e procurar uma unidade básica de saúde mais próxima.

As medidas de biossegurança devem ser seguidas mesmo após imunização com as duas doses da vacina.

Leia também

Compartilhe

Costa Rica
chuva forte
18.6 ° C
18.6 °
18.6 °
97 %
5.3kmh
100 %
dom
23 °
seg
25 °
ter
28 °
qua
27 °
qui
21 °

Mais populares

X