02/12/2021

Assistência Social lança projetos “Oportunidade para Todos e Famílias Empoderadas” em Costa Rica

Fotos: Gustavo Pelicano – Divulgação/Assecom-PMCR. Angela Bezerra / Assecom/PMCR

Fotos: Gustavo Pelicano – Divulgação/Assecom-PMCR. Angela Bezerra / Assecom/PMCR

Fotos: Gustavo Pelicano – Divulgação/Assecom-PMCR. Angela Bezerra / Assecom/PMCR

O Município de Costa Rica, através da Secretaria Municipal de Assistência Social, lançou na quinta-feira, 14 de outubro de 2021, os projetos “Oportunidade para Todos e Famílias Empoderadas”, realizados por meio do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social). Ambas as ações estão inseridas no PAIF (Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família).

A secretária municipal de Assistência Social, Evair Gomes, acompanhou o lançamento dos projetos e destacou a importância das ações no fortalecimento do vínculo familiar e na promoção da autonomia e da melhoria da qualidade de vida de pessoas com deficiência.

“A falta de acessibilidade para as pessoas com deficiência e a dissolução das famílias, que acabam resvalando na sociedade, são dois dos grandes problemas enfrentados hoje pela população, por isso é tão importante trabalhar a base da família e promover ações para melhorar a vivência e a realidade de indivíduos com deficiência”, afirmou a secretária.

Programa Oportunidade para Todos
O programa visa entre suas ações prioritárias a garantia de acesso destes cidadãos Pessoa com Deficiência aos direitos básicos, mercado de trabalho e qualificação profissional, além de promover a autonomia e a melhoria da qualidade de vida de pessoas com deficiência, seus familiares.

Conforme a assistente social e técnica responsável, Adriana da Cruz Anacleto, o trabalho realizado tendo como porta de entrada o equipamento do CRAS promove apoio que garantem a autonomia, a inclusão social e a melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência que usam o serviço da Assistência Social da cidade de Costa Rica.

Famílias Empoderadas
O projeto tem como objetivo possibilitar as famílias, o conhecimento e desenvolvimento de suas potencialidades, apropriando-as de informações, de autonomia, através de recursos próprios, emponderando-as culturalmente e socialmente.

De acordo com a assistente social do CRAS, Ellen Vanessa Terneiro, as ações serão desenvolvidas com um membro de cada família, formando um grupo de 11 pessoas e os encontros serão realizados semanalmente, com duração de 1 hora e 20 minutos, totalizando 11 encontros.

A psicóloga do projeto, Laíza Fernanda Nunes, falou sobre os objetivos alcançados já no primeiro encontro.

“Foi possível promover nesse primeiro encontro um espaço de escuta e compartilhamento de vivências e histórias de vida, e reflexão sobre as posturas, frente aos desafios do cotidiano e atitudes mecânicas, a cada encontro queremos despertar o fortalecimento da autonomia e cidadania, mesmo expostas a múltiplas desigualdades. Ao longo dos encontros serão discutidos temas que reforçam a função protetiva da família, e a importância dos vínculos familiares e comunitários na promoção do bem-estar psicossocial”, avaliou a psicóloga.

Leia também

Compartilhe

Costa Rica
céu pouco nublado
19.8 ° C
19.8 °
19.8 °
57 %
1.4kmh
24 %
qui
33 °
sex
35 °
sáb
35 °
dom
35 °
seg
34 °

Mais populares

X